Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Hortelã Pimenta

Hortelã Pimenta

28
Jan19

2018


Constança

Uma das coisas que me mais
prazer me deu ter feito em 2018, foi reencontrar-me com o passado,  reencontrar-me a mim própria.
Voltei a um, aparentemente, insignificante lugar, dos mais importantes da minha vida, reencontrei pessoas que, sabendo ou não, fizeram de mim a pessoa que sou hoje, passados 30 anos de me ter lançado no meu próprio caminho, conhecer outras pessoas, outros lugares. Na adolescência da vida temos de abrir as asas e voar, deixar alguns daqueles irmãos de crescimento, que não são sangue do nosso sangue.
2018 foi um ano de tantas mudanças e provações, que este regresso ao passado, à minha essência, não podia deixar ter o maior sentido. Percebi que eu ainda estou lá para mim, sempre que for preciso.
Aquele lugar e aquelas pessoas foram de encontro à minha teoria de que, não temos que viver no passado, mas temos que manter o passado vivo em nós. Não podemos esquecer que foi ele que nos fez, que nos construiu.
Cada lugar por onde passei e cada pessoa que, na sua singularidade, por mim passou, fez aquela miúda crescer e tornar-se naquilo que hoje sou. O nosso interior é feito de gentes e sítios. É feito de memórias que nunca se apagam, quer nos lembremos ou não.

Emoji_222706.png

 

Comentar:

CorretorEmoji

Comentar via SAPO Blogs

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D