Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Hortelã Pimenta

Hortelã Pimenta

19
Nov17

Como ser despachado por sms, como só um verdadeiro ignóbil consegue


Constança

Vanessa, tão farta das banhadas do Zé, das suas respostas que não respondem a nada, ou mesmo daqueles tiros que nunca entendeu serem propositados, ou se, por o rapaz não ter capacidade para mais... Como mote de um válido motivo para pôr fim à relação, lançou ainda uma última tentativa de conversa. Na noite anterior tinha mandado um sms à 1h da manhã e, tal como era previsível, não teve resposta. 'Já chegaste?", Nada, népia. Na manhã seguinte eram 10h quando recebeu a mensagem do Zé, "Sim, já cheguei"... Não perdeu tempo e digitou num enorme frenesim: "Só agora????" "Não, ontem" "A que horas?" "1:15h" "E nem uma resposta?" "Pensei que já dormias" "Se dormisse não tinha mandado mensagem..." "Mas podias já ter adormecido" "Isto foi só mais uma, já nem te dignas a responder-me, nada, é como se eu não existisse, isto é tão humilhante! Nem uma mísera resposta..." Silêncio. O telemóvel deixou de vibrar. Vanessa imaginou-o calmamente a tomar o pequeno almoço, com o ecrã do telefone virado para baixo, sem som, para não ter de a ver, ouvir e aturar. Ainda assim, tentou uma ultima: "Aliás, tal como agora..." Silêncio. Quando já não esperava mais nada daquela pessoa, o telefone vibra mais uma vez. Saltou para o agarrar e à pressa desbloqueou-o, na ânsia de ver a cara de pau do homem. E leu a mensagem do Zé: "Fui ao WC"

Emoji_225200.png

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D